Consultoria ou agência de publicidade: quais são as principais diferenças entre os serviços?

Compartilhe com seus amigos

Em meio a um mercado em constante mudança, as empresas que buscam se destacar devem fortalecer sua imagem e presença frente aos clientes e à concorrência.

Você provavelmente já ouviu falar das vantagens do marketing digital para alcançar esse objetivo, mas como garantir que sua estratégia de marketing será realmente efetiva? Como melhorar a relação com o consumidor? A resposta para esses problemas pode estar na contratação de um serviço especializado de publicidade.

Nessa hora, porém, surge uma dúvida comum: o que é melhor, consultoria ou agência de publicidade? Quais as diferenças entre esses serviços e qual deles pode ser mais útil? É sobre isso que falarei no post de hoje. Continue lendo e confira!

O que faz uma agência de publicidade?

O trabalho de uma agência é direcionado à criação de uma estratégia e sua posterior execução. Assim, o traço distintivo das agências é a operacionalização dos serviços de marketing.

Por meio de ferramentas específicas, as agências colocam em prática as ações necessárias para atingir os objetivos estabelecidos na estratégia do cliente — ou seja, elas assumem as responsabilidades relacionadas à promoção do marketing digital.

Após um trabalho de análise e do acompanhamento da empresa contratante, as agências encontram o suporte necessário para desenvolver as ferramentas mais adequadas ao perfil e à necessidade da empresa. Mais do que isso, elas colocam tudo em prática para o cliente, deixando os tomadores de decisão mais alheios aos processos.

Para empresas que não têm muita familiaridade com o marketing e não veem necessidade em entender o funcionamento dessas ações na prática, acompanhando os resultados de cada investimento e direcionando as estratégias, as agências são boas aliadas.

O que faz uma consultoria?

Diferentemente do que acontece nas agências, a consultoria trabalha com foco em análise e orientação. A atuação de uma consultoria se baseará em elaborar um diagnóstico do cenário da empresa, auxiliando no estabelecimento de metas, objetivos e estratégias efetivas.

Na consultoria, toda a empresa se envolve nos processos e aprende a colocar ações em prática. Logo, esse trabalho servirá como base para futuras mudanças ou intervenções na maneira como o negócio desenvolve suas estratégias de marketing.

Um consultor pode apontar quais são os melhores caminhos, o que deve ser feito e até mesmo indicar a contratação de uma agência de publicidade para resolver questões processuais.

A vantagem da consultoria é que todo o trabalho de levantamento de informações permanece depois de encerrado o contrato. Assim, a empresa aprende com o consultor e pode dar continuidade ao trabalho sem ficar refém de um serviço por toda a vida. Trata-se, portanto, de um investimento, e não um gasto.

Além disso, a consultoria presta um serviço bastante personalizado, trabalhando efetivamente in loco, fator que potencializa os resultados.

Qual o serviço mais indicado para minha empresa?

A resposta para essa pergunta pode variar, pois tudo vai depender do estágio em que a sua empresa se encontra no que se refere ao desempenho de marketing. É preciso avaliar, antes de tudo, qual é a capacidade do negócio para conseguir lidar de maneira autônoma com sua estratégia de marketing.

Assim, o primeiro ponto é responder aos seguintes questionamentos:

  • Qual é o nível de conhecimento da empresa sobre marketing?

  • A empresa dispõe dos recursos humanos necessários para operacionalizar a estratégia?

  • Existe tempo e recursos suficientes para isso?

Feito isso, você chegará a uma decisão mais acertada sobre qual serviço optar. Mas é preciso entender que, ao contrário da agência, que apenas executa a estratégia de marketing, a consultoria permite que sua empresa adquira o conhecimento para desenvolver e executar essa estratégia, mostrando-se uma opção mais interessante em longo prazo.

Como você viu, existem algumas diferenças fundamentais entre uma agência de publicidade e uma consultoria. Agora, cabe a você, gestor, optar por aquela que mais atenda as necessidades da sua empresa nesse momento!

Gostou do post de hoje e quer continuar se informando sobre outras novidades do marketing digital e muito mais? Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhum conteúdo!


Compartilhe com seus amigos
W. Gabriel
wgabriel@daniellima.com

Mestre em administração com pesquisa em Marketing, professor de MBA em 7 estados do Brasil e em Portugal, consultor empresarial com especialidade em Marketing Digital, ex-orientador do CNPq para projetos de inovação junto ao Sebrae, premiado nas áreas de inovação e empreendedorismo em nível nacional e autor do blog wgabriel.net.